Hong Kong: COVID-19

Conheça os constrangimentos, medidas de relançamento da economia e oportunidades de negócio em Hong Kong decorrentes da COVID-19.

MEDIDAS GOVERNAMENTAIS DE RELANÇAMENTO ECONÓMICO E APOIO ÀS EMPRESAS

O governo da RAEHK lançou um pacote de medidas de apoio às empresas e garantia de emprego no valor de 14 mil milhões de euros (HK$ 120 mil milhões), das quais se destacam:

  • Apoio financeiro aos residentes no montante de HK$ 10.000;
  • Garantia de empréstimo às PME, a juros baixos, para pagamento de salários e alugueres, por um período de seis meses;
  • Redução dos impostos sobre lucros até 100%, nos exercícios de 2019/20 no valor máximo de HK$ 20.000;
  • Isenção de várias taxas do governo e nas tarifas de água e saneamento para as empresas;
  • Apoio ao arrendamento para as PME e fundo anti epidemia no montante de HK$ 16,9 mil milhões, que inclui subsídios às empresas dos setores mais afetados pela crise, como o turismo, restauração, artes e espetáculos, pequenos comércios de produtos alimentares e perecíveis, feiras e exposições, logística, transporte e construção.
  • O Governo da RAEK anunciou um apoio financeiro adicional de HK $ 4,5 bilhões (490 milhões de euros) para apoiar 23 setores específicos considerados os mais afetados pela pandemia, como turismo e os setores de alimentos e bebidas.
  • O Governo local vai investir cerca de HK $ 500 mil milhões (€ 55 mil milhões) em obras públicas, nos próximos cinco anos, como medida de estímulo à economia para sair da recessão.
  • Novas medidas anunciadas permitem que pequenas empresas obtenham empréstimos no valor de salários dos funcionários durante 12 meses ou HKD 5 milhões (€ 540.000), o que for mais baixo. O período máximo de reembolso para empréstimos, ao abrigo deste novo pacote, foi aumentado de três para cinco anos.

 

QUAIS OS PRINCIPAIS CONSTRANGIMENTOS NO MERCADO

  • Devido ao surgimento de novos casos de Covid-19 no território, o Governo da RAEHK volta a implementar medidas de distanciamento social e o uso obrigatório de máscara em espaços públicos.
  • Limitações à entrada no território e obrigatoriedade de realização de uma quarentena compulsiva de 14 dias. Não residentes estão impedidos de entrar RAEM.
  • Limitações nas deslocações ao território vizinho, Macau. Ferries entre Hong Kong e Macau estão suspensos, sem data prevista de reabertura. Necessidade de passar pela quarentena de 14 dias, para entrada em ambos os territórios.
  • Cancelamento de feiras e eventos com grande concentração de pessoas.
  • Segundo dados publicados pelo Departamento de Censo e Estatísticas da RAEHK, no primeiro semestre de 2020 o PIB teve uma variação homóloga de -7.3%.
  • O governo reviu, em baixa, a sua previsão para o PIB deste ano, sendo esperado uma contracção entre 6 a 8%, face a 2019.
  • Segundo dados divulgados pelo Governo da REHK, depois de uma subida constante ao longo de 9 meses, a taxa de desemprego caiu para 6,1% em julho.
  • Segundo dados publicados pelo Departamento de Censo e Estatísticas da RAEHK, o comércio externo continua a ser fortemente atingido pela pandemia e a guerra comercial entre os EUA e a China. No mês de julho, as exportações caíram 3% e as importações tiveram uma queda de 3,4%, face a 2019. Nos primeiros sete meses do ano, as exportações tiveram uma redução de 6,3% e as importações contraíram 8,5%, em relação ao mesmo período do ano passado.
  • As receitas do sector da restauração voltaram a registrar uma queda no segundo trimestre do ano, na ordem dos 25,9%, face a igual período de 2019.
  • Dados divulgados pelo governo da RAEHK mostram que, pelo 18º mês consecutivos, as vendas no retalho sofreram uma contração, com uma queda de 23,1% ao ano, no mês de julho. Nos primeiros sete meses do ano a queda foi de 32,1%, face a igual período de 2019.

 

NOVAS OPORTUNIDADES DE NEGÓCIO DECORRENTES DO PÓS-COVID E CONSELHOS UTEIS ÀS EMPRESAS

  • Hong Kong está a passar por um momento muito particular e incerto. O covid-19 veio afetar ainda mais uma economia que vem sendo fustigada, desde o ano passado, pelos protestos sociais e pela guerra comercial entre a China e os EUA.
  • A preocupação com a interferência de Pequim, nos assuntos económicos e políticos de Hong Kong e o futuro do regime “um país, dois sistemas”, bem visível na desclassificação pelas agências Fitch e Moody’s, levanta preocupações sobre o futuro económico e financeiro de Hong Kong.
  • Os protestos nas ruas voltaram em força, assim que a situação do Covid-19 ficou mais controlada.
  • É importante acompanhar as notícias referentes à situação no território, para definir uma estratégia para o mercado.

 

SITES RELEVANTES A CONSULTAR

Governo RAEHK:
https://www.gov.hk/en/business/

South China Morning Post:
https://www.scmp.com/news/hong-kong

RTHK:
https://www.rthk.hk/?lang=en

Texto template inserido por JS

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação e exibir anúncios dirigidos. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies. Para saber mais leia a nossa Política sobre cookies. Aconselhamos igualmente a consulta da nossa Política de privacidade.