Macau: COVID-19

Conheça os constrangimentos, medidas de relançamento da economia e oportunidades de negócio em Macau decorrentes da COVID-19.

MEDIDAS GOVERNAMENTAIS DE RELANÇAMENTO ECONÓMICO E APOIO ÀS EMPRESAS

  • Depois de um primeiro pacote de medidas de apoio à economia no montante de 254 milhões de euros, o Governo da RAEM lançou a segunda ronda de apoios no valor de 1.5 mil milhões de euros;
  • Um fundo de apoio adicional, no valor de 1.14 mil milhões de euros, será utilizado para complementar as novas medidas de apoio ao combate à epidemia;
  • Para além do reforço das medidas anteriores (comparticipação pecuniária para residentes permanentes e não permanentes, isenções de tarifas de serviços básicos e taxas municipais e garantias de crédito a empresas), o novo pacote incluiu um subsídio para trabalhadores (residentes e não residentes) e para PME;
  • O Governo lançou o Fundo das Indústrias Criativas para apoiar as empresas deste setor que foi fortemente afetado pelo Covid-19.
  • Promoção do consumo dos cidadãos e alargamento do investimento em infraestruturas.
  • Tornar Macau numa plataforma para a internacionalização das empresas do interior da China;
  • Incentivar investimentos privados e intensificar a captação de investimentos;
  • Diversificar a economia que ainda é muito dependente do setor do jogo;
  • Explorar económica e socialmente novos territórios para Macau (Ilha da Montanha, Hengqin).
  • Agilizar a apreciação de projetos de construção civil para revitalizar a economia e estimular a criação de emprego.

 

QUAIS OS PRINCIPAIS CONSTRANGIMENTOS NO MERCADO

  • As fronteiras começam a ser reabertas de forma faseada. Turistas de nacionalidade chinesa, residentes na província de Guangdong, podem entrar no território sem passar pela quarentena de 14 dias apresentando teste negativo para o Covid-19.
  • A partir de 23 setembro a isenção da quarentena é estendida a todos os residentes da China Continental.
  • Residentes não permanentes e cidadãos de outras nacionalidades que não a chinesa, continuam impedidos de entrar em Macau.
  • As limitações nas deslocações ao território vizinho de Hong Kong, mantêm-se. Os ferries entre Macau e Hong Kong estão suspensos, sem data prevista de reabertura. Necessidade de passar pela quarentena de 14 dias para entrada em ambos os territórios.
  • Cancelamento de feiras e eventos com grande concentração de pessoas.
  • A Direção de Serviços de Estatística e Censos (DSEC) publicou os resultados do PIB da RAEM no segundo trimestre. Depois de uma queda de 58,2% no primeiro trimestre de 2020, no segundo trimestre, o PIB de Macau sofreu uma redução de 67,8%, sendo esta a maior queda trimestral de que há registo na DSEC.
  • Segundo informação divulgada pela DSEC, a taxa desemprego no segundo trimestre do ano foi de 2.5%, registando um aumento de 0,8%, face a igual período de 2019.
  • Dados divulgados pela DSEC mostram que, no segundo trimestre deste ano, a queda das exportações de serviços acentuou-se reflectindo um decréscimo anual de 92.3%. No comércio a retalho, o volume de negócios caiu 61,3%, face a igual período de 2019.
  • Durante o mês de julho entraram na RAEM cerca de 74 mil visitantes, correspondendo a um aumento de 228% face ao mês de junho. Apesar deste aumento, em termos anuais a queda foi de 90%, segundo dados publicados pela DSEC. A taxa média de ocupação dos hotéis, em junho, foi de 11,8%, menos 77,6% em termos anuais
  • Segundo informações oficiais, publicadas pelo Gabinete de Coordenação e Inspeção de Jogos de Macau, as receitas do jogo caíram 94,5%, em julho. Nos primeiros sete meses deste ano, as perdas dos casinos atingiram 79,8%, face a igual período de 2019, ficando-se pelos 24.4 mil milhões de patacas (cerca de € 2.62 mil milhões).
  • O Aeroporto Internacional de Macau registou um total de 939.968 passageiros, no primeiro semestre deste ano. Uma redução de 80% em relação aos mais de 4,7 milhões de passageiros contabilizados no mesmo período do ano passado.

 

NOVAS OPORTUNIDADES DE NEGÓCIO DECORRENTES DO PÓS-COVID E CONSELHOS UTEIS ÀS EMPRESAS

Projeto de diversificação da economia

  • Consolidação da cooperação Guandong-Macau, através da dinamização da região de Hengqin (Ilha da Montanha), que passará a ser gerida por ambos os territórios, estando previsto criar um ambiente tributário similar ao de Macau.
  • Fomentar a criação de indústrias de alta tecnologia e a construção de uma cidade inteligente.
  • Impulsionar o desenvolvimento da prestação de serviços financeiros modernos, nomeadamente nas vertentes do mercado de títulos de dívidas, gestão de fortunas e locação financeira.
  • Dinamizar o desenvolvimento sustentado da indústria transformadora de Macau, no âmbito do regime do Acordo CEPA, com destaque para a indústria alimentar.

Projeto da Grande Baía

  • Atracão de empresas com elevada capacidade competitiva a investirem e desenvolverem atividades em Macau.
  • Implementação de medidas de facilitação comercial para a Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau, nomeadamente a facilitação de desalfandegamento de mercadorias.
  • Reforçar a cooperação estreita entre as duas RAEs (Macau e Hong Kong) nas áreas económica, comercial e financeira.
  • Reforçar o papel de Macau como uma Plataforma de Serviços para a Cooperação Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa (PLP) promovendo a expansão empresarial para o exterior, apoiando as empresas da região da Grande Baía a expandirem os seus negócios nos mercado lusófonos e da União Europeia e atraindo investimento externo para esta região.

 

SITES RELEVANTES A CONSULTAR

Governo da RAEM:
https://www.gov.mo/pt/

Direção de Serviços de Economia (DSE):
https://www.economia.gov.mo/pt_PT/


Imprensa:

Hoje Macau:
https://hojemacau.com.mo/

Jornal Tribuna de Macau:
https://jtm.com.mo/

Ponto Final:
https://pontofinalmacau.wordpress.com/

Revista Macau:
https://www.revistamacau.com/

MacauHub:
https://macauhub.com.mo/

Macau Daily Times:
https://macaudailytimes.com.mo/

Macau Business:
https://www.macaubusiness.com/

Texto template inserido por JS

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação e exibir anúncios dirigidos. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies. Para saber mais leia a nossa Política sobre cookies. Aconselhamos igualmente a consulta da nossa Política de privacidade.