Espanha: COVID-19

Conheça os constrangimentos, medidas de relançamento da economia e oportunidades de negócio em Espanha decorrentes da COVID-19.

MEDIDAS GOVERNAMENTAIS DE RELANÇAMENTO ECONÓMICO E APOIO ÀS EMPRESAS

 

PRINCIPAIS CONSTRANGIMENTOS NO MERCADO

 

NOVAS OPORTUNIDADES DE NEGÓCIO DECORRENTES DO PÓS-COVID E CONSELHOS ÚTEIS ÀS EMPRESAS

  • E-commerce

    A pandemia do coronavírus impulsiona o crescimento do comércio eletrónico. O confinamento incentivou novos consumidores a experimentarem o canal online, aumentando a frequência de compra por parte de quem já era cyber shoppers, abrindo assim os olhos de muitas PMEs que ainda não vendiam online.
    De acordo com um estudo recente da IAB, uma associação de publicidade e marketing digital, Espanha tem 22,5 milhões de compradores online, 72% da população da Internet entre 16 e 70 anos. A grande maioria combina as compras físicas com o canal digital mas é significativo que 23% dos inquiridos comprem bens e serviços exclusivamente online, o que representa um acréscimo de 7 pontos percentuais face ao ano anterior.
    Segundo este estudo, o confinamento modificou os hábitos de compra. Muitos compradores usaram os supermercados online pela primeira vez para abastecer as suas despensas. A Consultoria Kantar estima que um milhão de famílias usam este canal, que duplicou a sua participação para 3,6%, o dobro de um ano atrás. Nas piores semanas da pandemia, os pedidos de alimentos - uma das áreas com menor penetração no comércio eletrónico - e outros bens essenciais dispararam. Situação que sobrecarregou distribuidores como Carrefour, Alcampo, El Corte Inglés ou Dia, que se viram obrigados a alargar os prazos de entrega e a redimensionar serviços que não estavam preparados para suportar esta forte procura. Antes da eclosão da pandemia, a consultoria eMarketer tinha publicado um relatório no qual delineava as boas perspectivas para o comércio eletrónico em Espanha, país da Europa Ocidental onde prevê um maior índice de aumento nos próximos três anos. A consultoria estimava um crescimento nas vendas no retail online neste ano de 12,5%, para US $ 31,73 bilhões. Segundo as projeções desta empresa, o volume de negócios que movimentará o mercado espanhol em 2023 alcançará 40.120 milhões de dólares (36 bilhões de euros).
    A batalha entre Amazon e Aliexpress para atrair PMEs para as suas plataformas é um dos grandes dinamizadores do mercado, segundo a consultoria. Estes dois gigantes tornaram-se grandes centros comerciais online. Ambas as empresas asseguram que têm mais de 8.000 PMEs espanholas nos seus respetivos mercados.

    https://www.expansion.com/economia-digital/2020/08/20/5f3d852f468aeb11628b45c3.html

    O ecommerce cresceu em Espanha 67% no segundo trimestre deste ano, superando em 40 pontos o crescimento registado no 1º trimestre do ano. O aumento foi de 71% a nível global e uma das causas apontadas foram os saldos oferecidos pelos comércios que operam na internet. Por sectores, a moda e o retail foram os que mais descontos ofereceram e os brinquedos e os artigos para o lar os que menos descontos fizeram. Os produtos essenciais (alimentos, cosmética e limpeza) foram os mais procurados com crescimento de 154%.
    https://www.tradesport.com/ANY/20200824/ecommerce-crece-67-durante-segundo-trimestre-ano.aspx

    E-commerce em Espanha está monopolizado pelos grandes. 75% das vendas B2C online em Espanha ficam nas mãos de 300 operadores de e-commerce. Amazon, Aliexpress, El Corte Inglês, Carrefour e Ikea lideram o Top 5, segundo o ranking 2020 da revista E-SHOW Magazine. Amazon e AliExpress são os lideres do mercado, tanto em volume de negocio como em encomendas e em visitas. A Amazon (7.567 milhões de euros) é o rei indiscutível, triplicando o negócio da Aliexpress (2.129 milhões). O e-commerce do El Corte Inglês, em 3ª posição do ranking, tem um volume de vendas mais reduzido (1.320 milhões de euros). Carrefour (813,7 milhões) e Ikea (714,3 milhões) ocupam respectivamente a 4ª e 5ª posição por vendas.
    https://www.tradesport.com/ANY/20200901/ecommerce-monopolizado-por-grandes.aspx

  • Calçado

    As exportações de calçado espanhol estão ainda longe dos níveis prévios à crise. O comércio de moda em Espanha voltou a cair em Agosto, de acordo com o barómetro pela Associação Empresarial do comércio têxtil, complementos e Pele (Acotex). Segundo esta associação, a venda dos artigos têxteis e complementos de moda caiu na ordem dos 32,8% (tanto em lojas físicas como nos canais online). Esta descida representa uma acumulação anual de -41,1% relativamente ao mesmo período de Janeiro-Agosto de 2019.
    http://revistadelcalzado.com/ventas-moda-caen-agosto-2020/

    Amazon lança o programa “Despega” para apoiar a digitalização das PMEs. Com O objectivo de impulsar a transformação digital das PMEs espanholas, a Amazon com a IE University, o ICEX, a CEPYME e a AECOC apresentaram o programa “Despega” que oferece assessoria e formação em digitalização e internacionalização para PMEs. Amazon irá realizar Webinars para apoiar as vendas e as exportações.
    https://www.distribucionactualidad.com/amazon-lanza-despega-para-impulsar-digitalizacion-pymes/

    LIFT DAYS, a feira virtual da “ANKORSTORE” de 3 a 6 de setembro conta com a participação de 120 marcas espanholas de moda. LIFT DAYS é uma feira digital europeia que nasceu com o objetivo de dinamizar as vendas dos grossistas e fabricantes de marcas. É um dos serviços disponibilizados pela Ankorstore - marketplace destinado ao público profissional baseado em Paris com envolvimento e apoio de Bernard Arnault e que já opera em Espanha. Destina-se a retalhistas de moda e apoia a que estes possam descobrir novas marcas e realizar encomendas de forma simples e com pagamentos a 30 dias. A 1ª edição da LIFT DAYS contou com mais de 1.500 marcas europeias e cerca de 10.000 lojas inscritas com mais 60.000 clientes potenciais. A feira quer tornar-se numa ferramenta alternativa, com edições bianuais, em Janeiro e Setembro, e as inscrições são totalmente gratuitas, ficando abertas para marcas e lojistas que podem posteriormente apresentar-se e dar-se a conhecer.
    Sobre a Ankorstore: https://es.ankorstore.com/
    https://www.edicionessibila.com/noticia.asp?idnoticia=212676

    A VBBFW-BARCELONA BRIDES WEEK celebra-se em formato digital de 18 a 22 de setembro. Conta já com marcas e designers que confiam na passerelle e fica aberta até 18 de Outubro. Sob o nome de VBBFW Digital Experiencie a plataforma comercial digital está operacional durante um mês e, comparativamente ao salão físico clássico, pode ser contar com clientes internacionais habituais e novos mas também consumidores finais que podem assim ficar a conhecer orientações para os fatos de noiva/o e cerimônia.
    https://pinkermoda.com/vbbfw-septiembre-formado-digital/?utm_source=mailify&utm_medium=email&utm_campaign=Pinker-26-Agosto-2020

    O sector deve apostar pela marca e não pelas guerras de preços. A queda derivada do Covid-19 tem deixado as empresas com stock acumulados. A dificuldade de antecipar a evolução do consumo que, com certeza cairá, vai requerer uma gestão eficiente das compras. O aprovisionamento vai ser uma área estratégica das empresas e a tecnologia e a logística vão ser dois sectores onde investir nesta conjuntura. Muitas empresas tem que se adaptar ao novo mix de vendas na Internet e no curto prazo podem sacrificar outras áreas como a sustentabilidade.
    https://www.modaes.es/empresa/abrochense-los-cinturones-los-deberes-de-la-moda-para-las-curvas-del-nuevo-curso.html

  • Automóvel

    A mobilidade elétrica aumentou 283% em agosto em Espanha para 3.569 novas unidades, segundo dados da Aedive e Ganvam. No que respeita a automóveis de passageiros, agosto registou um total de 1.310 unidades matriculadas, 175% mais, concentrando 1,9% do total de automóveis de passageiros matriculados. 50,5% das matrículas de veículos elétricos em agosto corresponderam a ciclomotores, o que representa 668% de incremento, com 1.805 unidades matriculadas, das quais 84% foram destinadas a iniciativas de mobilidade partilhada. As motocicletas, com 277 unidades matriculadas, subiram 346% no mês passado.
    https://www.posventa.info/cifras/movilidad-electrica-en-espana-crece-283-en-agosto_15142327_102.html

  • TICS

    As empresas espanholas dedicam quase 15% do seu orçamento de TI à cibersegurança. O tecido empresarial espanhol lidera o ranking das empresas que mais gastam em percentagem do orçamento de TI em cibersegurança, em média 14,93%, o que significa que subiu 6 pontos em apenas um ano. Esta é uma das principais conclusões do Hiscox 2020 Cyberpreparation Report, a quarta edição do estudo anual internacional da seguradora especializada em seguros para empresas e profissionais. https://www.computing.es/seguridad/informes/1120356002501/empresas-espanolas-dedican-casi-15-de-presupuesto-de-ciberseguridad.1.html?utm_source=newsletter&utm_medium=article_main&utm_campaign=202009

  • Energia e Ambiente

    Espanha poderá ultrapassar 4 GW em 2020 de produção de energia renovável. A nova capacidade de energia renovável em Espanha pode ultrapassar as previsões das associações espanholas de energia renovável, segundo o el seguimiento de los proyectos propuestos por la firma Argus.A associação de energia eólica AEE prevê que sejam adicionados entre 800 MW e 1,5 GW da nova capacidade de energia eólica em Espanha este ano, enquanto a associação de energia solar fotovoltaica UNEF calcula que cerca de 1,5 GW possam ser conectados à rede, para um total máximo combinado de 3GW.
    https://elperiodicodelaenergia.com/espana-instalara-mas-renovables-de-lo-previsto-y-podria-superar-los-4gw-en-2020/

    A Fotovoltaica consolida-se apesar da crise da COVID 19. Os técnicos da Red Eléctrica de España continuam a trabalhar a ritmo acelerado para atender a avalanche de pedidos de auto-consumidores que solicitam a ligação ao sistema para reduzir as suas faturas. Estes pedidos envolvem em todo o país centenas de processos que somam 2.242 MW por ano, 927 MW mais que no final de fevereiro, dias antes do confinamento.
    http://www.energetica21.com/noticia/la-fotovoltaica-se-consolida-pese-a-la-crisis-de-la-covid-19



  • Transporte e Logística

    O tráfego nos portos espanhóis começa a dar sinais de recuperação. O tráfego dos portos espanhóis foi de 42,4 milhões de toneladas durante o mês de julho, o que representa uma diminuição de 13,2% em relação ao mesmo mês do ano anterior. O acumulado nestes sete primeiros do ano registou um total de 295,7 milhões de toneladas e uma queda de 11,3% em relação a igual período do ano anterior. No entanto, estes dados mostram que o processo de recuperação continua após a forte redução do tráfego portuário registado em maio passado, quando sofreu uma queda de 25%, devido ao impacto da pandemia Covid-19.
    https://www.monedaunica.net/2020/09/el-trafico-de-los-puertos-espanoles-muestra-recuperacion/

  • Alimentar: Maior sensibilidade para produtos saudáveis e embalados
  • Vinhos: aposta no canal de alimentação
  • Mobiliário: enfoque em produtos funcionais, simples e versáteis adaptáveis ao ambiente de teletrabalho (móveis flexíveis e multiusos)
  • Calçado: aumento da procura de calçado para caminhadas, de segurança e de proteção laboral
  • Moda: cadeias e marcas apresentem encomendas baseadas em séries mais curtas e entregas mais faseadas e o saber fazer português aliado à proximidade são importantes vantagens competitivas; aumento da procura por tecidos e matérias eco sustentáveis
  • Têxteis-Lar/Contract: no segmento de Hospitality/Contract (hotelaria, restauração e enquadramentos sanitários), a procura de têxteis inteligentes será maior, alimentada pela necessidade de um maior controlo das peças (número de lavagens, localização, identificação do percurso e dos utentes associados a cada peça – traceability).
  • Bens de consumo/ecommerce: aposta na comercialização online (ecommerce e marketplaces); flexibilização e redução dos custos de devolução; empresas produtoras/fornecedoras devem melhorar comunicação com consumidor (storytelling, serviço pós-vendas, atenção ao cliente)
  • Automóvel: procura de fornecedores de componentes em proximidade para reduzir situações de rotura de stocks.
  • Energias renováveis: Espanha é o 2º país da UE com maior produção de energia renovável, 24º de todo o mundo na transição para energias limpas (Portugal está em 19º) e com aposta clara no setor. Oportunidades para empresas portuguesas que possuam projetos inovadores em áreas de sustentabilidade ambiental, mobilidade, impacto social, digitalização, telecomunicações e 4.0.
  • Tecnologias: desenvolvimento de ferramentas de apoio à telemedicina, teletrabalho, tele-escola/tele-educação, cibersegurança, etc. Oportunidades para Start-ups tanto na vertente comercial e ganhar maior dimensão, como na angariação de capital.

 

SITES RELEVANTES A CONSULTAR

Governo espanhol
https://www.lamoncloa.gob.es/Paginas/index.aspx

Nueva normalidad. Crisis sanitaria COVID-19
https://administracion.gob.es/pag_Home/atencionCiudadana/Nueva-normapdad-crisis-sanitaria.html#.XvGuW5ozYkI

Instituições e Organismos
CEOE Confederación Española de Organizaciones Empresariales - https://www.ceoe.es/es
Banco de España - https://www.bde.es/bde/es/
Ministerio para la Transición Ecológica y el Reto Demográfico - https://www.miteco.gob.es/es/
Instituto para la Diversificación y Ahorro de la Energía (IDAE) - https://www.idae.es/
Agencia Internacional de la Energía- AIE - https://www.iea.org/
Multinacionales por marca España - https://multinacionalesmarcaespana.org/

Imprensa
El Pais - https://elpais.com/
El Mundo - https://www.elmundo.es/
Expansión - https://www.expansion.com/ - Imprensa económica
Cinco Dias - https://cincodias.elpais.com/ - Imprensa económica
https://revistapymes.es/
https://www.monedaunica.net

Alimentar e bebidas
FEV-Federación Española del Vino - www.fev.es

Habitat
FEVAMA- Federación Empresarial del Mueble y de la Madera - www.fevama.es
FEDERMUEBLE- Federación Española de Empresas de Habitat - www.federmueble.es

Moda
FICE- Federación de Industrias del Calzado - www.fice.es
MUNDIPRESS- empresa editorial calçado - www.mundipress.com
AEC- Asociación Española de Empresas de Componentes de Calzado - www.componentescalzado.com
https://www.modaes.es/
https://es.fashionnetwork.com/
https://www.tradesport.com
https://pinkermoda.com/
https://www.edicionessibila.com

Industria
https://www.interempresas.net
AFM Cluster - https://www.afmcluster.com/
Asociación Valenciana de Empresarios de Plásticos (AVEP) - http://www.avep.es/
http://www.revistapq.com/
https://www.metalesymetalurgia.com/
https://www.alianzaindustria.es/
http://www.automaticaeinstrumentacion.com

Automóvel
Asociación Nacional de Comerciantes de Equipos, Recambios, Neumáticos y Accesorios para Automoción - http://ancera.org
http://www.auto-revista.com/
https://www.posventa.info/
https://www.vocento.com/sumauto/
https://aedive.es/
https://www.ganvam.es/

Energia e ambiente
http://www.energetica21.com/
https://enertic.org

Transporte
http://www.logisticaprofesional.com/
https://diariodetransporte.com/

TICS, Start ups
https://www.digitales.es/
https://www.fundacionbankinter.org/startups/observatorio
https://www.computing.es
https://www.elreferente.es/
https://aslan.es/
https://www.channelpartner.es
https://elobservatoriocetelem.es/
https://www.digitales.es/
https://www.fundacionbankinter.org/startups/observatorio
https://www.computing.es
https://www.elreferente.es/
https://aslan.es/
https://www.channelpartner.es
https://elobservatoriocetelem.es/


Texto template inserido por JS

O nosso website utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação e exibir anúncios dirigidos. Ao continuar a navegar está a consentir a utilização de cookies. Para saber mais leia a nossa Política sobre cookies. Aconselhamos igualmente a consulta da nossa Política de privacidade.